Setembro Amarelo: repensando a saúde mental no mundo corporativo

Setembro Amarelo: repensando a saúde mental no mundo corporativo

O mês de setembro é marcado pela campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, conhecida mundialmente como “Setembro Amarelo”. Esse movimento destaca a importância de abordar essa questão tão grave, como também é um convite para repensarmos a saúde mental de forma mais ampla, especialmente no mundo corporativo. 

Com o aumento do estresse e da ansiedade, agravados pela pandemia da COVID-19, nunca foi tão importante discutir e implementar estratégias de saúde mental nas empresas. Gestores e líderes têm papel crucial nesta missão, para garantir o bem-estar dos colaboradores e, também, para criar um ambiente de trabalho mais produtivo e positivo. 

Neste artigo, vamos explorar a importância da saúde mental no ambiente corporativo, o papel dos líderes e gestores, e estratégias para criar um programa de saúde mental eficaz.

Primeiramente, é essencial entender o que é o Setembro Amarelo

Embora a cor amarela seja frequentemente associada à alegria e otimismo, no mês de setembro, ela assume um significado mais profundo e sério. O Setembro Amarelo é uma iniciativa global dedicada à prevenção do suicídio e à promoção da saúde mental. A escolha da cor amarela para representar essa campanha tem origem na história trágica de Mike Emme, um jovem americano que tirou a própria vida em 1994. 

Conhecido pelo carro Mustang amarelo que tinha, Emme tornou-se o símbolo de um movimento global para prevenir o suicídio. Após a morte dele, amigos e familiares distribuíram fitas amarelas com mensagens de apoio, iniciando assim um movimento de conscientização que se espalhou pelo mundo. 

Atualmente, o Setembro Amarelo é marcado por eventos, palestras e atividades que visam aumentar a conscientização sobre a prevenção do suicídio e promover uma discussão mais ampla sobre a saúde mental em geral. Setembro Amarelo

Por que falar sobre saúde mental no ambiente corporativo?

A saúde mental tem ganhado crescente atenção nos últimos anos, e por boas razões. Ela é um componente fundamental do bem-estar geral de uma pessoa e tem um impacto direto no ambiente de trabalho. A saúde mental influencia a forma como pensamos, nos sentimos e agimos, sendo essencial para lidar com o estresse, tomar decisões, estabelecer e manter relacionamentos e, finalmente, trabalhar de forma produtiva. 

No entanto, problemas de saúde mental, como ansiedade, depressão e estresse, podem afetar negativamente todas essas áreas, prejudicando o desempenho dos funcionários e, consequentemente, a eficiência da empresa.

Além de ser um imperativo ético, cuidar da saúde mental dos colaboradores é uma prioridade estratégica para as empresas. Colaboradores que se sentem apoiados e valorizados são mais propensos a serem engajados, leais e produtivos. Além disso, empresas que investem na saúde mental dos trabalhadores são vistas como empregadoras mais atraentes, o que facilita a atração e retenção de talentos.

Portanto, é fundamental que as empresas adotem uma abordagem proativa e abrangente para cuidar da saúde mental dos colaboradores. Isso envolve a implementação de programas de bem-estar e apoio, a criação de uma cultura organizacional que valorize a saúde mental, promova a resiliência e ofereça um ambiente de trabalho seguro e inclusivo para todos, além do hábito e respeito mútuo no dia a dia.

Felicidade no trabalho: por que precisamos falar sobre isso?

E se você não cuidar da saúde mental dos colaboradores? O que acontece?

O descuido com a saúde mental dos colaboradores pode ter custos significativos para as empresas. Além do impacto direto na produtividade, as questões de saúde mental podem levar a um aumento nos custos relacionados a licenças médicas, rotatividade de pessoal, e até mesmo litígios trabalhistas. Além disso, a falta de apoio à saúde mental pode afetar negativamente a reputação da empresa, tornando mais difícil atrair e reter talentos. 

Por outro lado, investir em programas de saúde mental pode trazer um retorno significativo, não apenas em termos de bem-estar dos funcionários, mas também em termos de desempenho e eficiência da empresa.

Clima ruim entre a equipe? Saiba como resolver.

Qual é o papel de líderes e gestores na promoção da saúde mental?

Líderes e gestores estão na linha de frente quando se trata de promover a saúde mental no ambiente de trabalho. Eles não apenas definem a cultura do local de trabalho, mas também servem como modelo para os colaboradores. Eles são muitas vezes os primeiros a notar mudanças no comportamento ou no desempenho dos colaboradores, e como tal, têm a responsabilidade de abordar essas questões de maneira sensível e eficaz.

É imperativo que líderes e gestores estejam bem informados sobre as questões de saúde mental e sejam treinados para identificar sinais de alerta de problemas de saúde mental. Eles também devem ser capacitados para ter conversas difíceis sobre saúde mental e conhecer os recursos disponíveis para oferecer apoio.

É papel da liderança e gestão serem proativos na promoção da saúde mental, não apenas reativos. Ou seja, não se deve não esperar que um problema de saúde mental se torne grave antes de intervir, mas sim, tomar medidas para promover a saúde mental e o bem-estar de todos os colaboradores, todos os dias.

Finalmente, líderes e gestores têm a responsabilidade de criar um ambiente de trabalho que promova a saúde mental. Portanto, deve-se criar uma cultura de abertura e inclusão, na qual os colaboradores se sintam confortáveis para compartilhar suas preocupações e buscar apoio. Também precisam implementar políticas e práticas que promovam o bem-estar dos colaboradores, como oferecer flexibilidade no trabalho, promover o equilíbrio entre vida profissional e pessoal e oferecer programas de bem-estar.

Aqui, na Qualifica, por exemplo, somos comprometidos com a prevenção e o apoio a todos os colaboradores. Nossa dedicação à saúde e ao bem-estar é constante.

Um dos benefícios mais utilizados na empresa é o Programa de Saúde Mental. Ele oferece suporte para consultas e tratamentos psicológicos, psiquiátricos e terapias alternativas, reembolsando até 60% dos gastos com a saúde mental. Além disso, todas as terças-feiras os colaboradores são convidados a participar de uma aula de yoga, on-line, ao vivo, oferecida pelo professor Rafael Ávila, PhD. São ações de estímulo, cuidado e apoio que fazem bem para a mente e o corpo.

E para completar, todos os colaboradores possuem acesso ao Qualifica Cursos, com mais de 220 opções de cursos livres, dentre eles uma jornada inteira sobre Saúde e Bem-Estar. Os cursos compreendem: Jornadas de Yoga, Alimentação, Bem-estar e consciência, além de Ginástica Laboral.

Como identificar os sinais de alerta?

É importante que líderes e gestores sejam treinados para identificar sinais de alerta que possam indicar que um colaborador está enfrentando problemas de saúde mental. 

Alguns sinais comuns incluem:

  • mudanças no padrão de trabalho;
  • aumento do absenteísmo;
  • diminuição da produtividade; 
  • alterações no comportamento, como isolamento, irritabilidade ou apatia;
  • mudanças na aparência física, como perda de peso, olheiras ou desleixo. 

É importante lembrar que esses são apenas alguns exemplos e que os sinais de alerta podem variar de pessoa para pessoa. Além disso, é fundamental abordar essas questões com sensibilidade e sem julgamentos.

Estratégias para promover um ambiente de trabalho saudável

Líderes e gestores têm a responsabilidade de criar e manter um ambiente de trabalho que promova a saúde mental e o bem-estar dos colaboradores. 

Algumas estratégias eficazes incluem:

  • promover uma cultura de abertura e inclusão, na qual os colaboradores se sintam confortáveis para compartilhar as preocupações e buscar apoio;
  • oferecer flexibilidade no trabalho, permitindo, por exemplo, horários flexíveis ou trabalho remoto quando possível;
  • implementar programas de bem-estar, como atividades físicas, meditação ou workshops sobre saúde mental;
  • fornecer acesso a recursos de apoio, como canais de ajuda, serviços de aconselhamento ou informações sobre saúde mental;
  • reconhecer e recompensar o esforço e o desempenho dos colaboradores, promovendo assim a motivação e a satisfação no trabalho.

Ao implementar essas estratégias, líderes e gestores podem contribuir para criar um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo para todas as pessoas.

6 filmes motivacionais vencedores do Oscar para inspirar a sua equipe

Setembro Amarelo

Como o Qualifica pode ajudar a sua empresa a criar um ambiente de trabalho que prioriza a saúde mental?

A promoção da saúde mental no ambiente corporativo vai além de simplesmente identificar e responder aos problemas existentes; é também sobre fornecer as ferramentas e recursos necessários para que os colaboradores possam gerenciar proativamente a própria saúde mental. Uma maneira eficaz de fazer isso é por meio da educação e treinamento contínuo, e é aqui que a plataforma Qualifica pode desempenhar um papel fundamental.

O Qualifica Cursos e Carreiras é uma plataforma de Educação Corporativa que oferece ampla variedade de cursos em diversos temas, incluindo uma categoria específica de saúde e bem-estar. Com mais de 220 cursos disponíveis, a plataforma oferece uma gama completa de recursos educacionais que podem ajudar os colaboradores a entender melhor a saúde mental e trabalhar para melhorá-la dia a dia. 

Além disso, o Qualifica pode ser uma ferramenta valiosa para líderes e gestores, oferecendo cursos que os ajudarão a criar um ambiente de trabalho mais saudável e inclusivo, identificar e responder aos sinais de alerta de problemas de saúde mental.

Ao fornecer acesso a informações e recursos de alta qualidade sobre saúde mental, o Qualifica pode ajudar a promover uma cultura de saúde mental positiva em toda a organização, beneficiando não apenas os colaboradores individuais, mas também a empresa como um todo.

Veja abaixo os principais cursos que poderão ajudar a você e ao seu time. 

Jornadas de Yoga

A saúde mental é um aspecto integral do bem-estar de um indivíduo, e práticas como yoga e meditação têm sido comprovadamente eficazes na promoção da saúde mental. A Jornada de Yoga, disponível na plataforma Qualifica, é uma série de seis cursos ministrados pelo Prof. Rafael Ávila.

A Jornada de Yoga é projetada para ajudar os colaboradores a gerenciar o estresse, a ansiedade e promover o bem-estar geral. Os cursos abrangem uma variedade de tópicos e técnicas relacionadas à yoga e meditação, ajudando os colaboradores a desenvolver uma prática pessoal que possa apoiá-los em sua jornada de saúde mental.

Veja abaixo quais são os cursos disponíveis na Jornada:

Saúde, Bem-Estar e Consciência

O estresse, a gestão do tempo e a preservação da saúde e bem-estar são desafios significativos na vida cotidiana. O Prof. Rafael Ávila, especialista em inovações pedagógicas, metodológicas e tecnológicas, aborda esses temas cruciais no curso “Saúde, Bem-Estar e Consciência“, oferecendo insights e ferramentas valiosas para enfrentar esses desafios e se tornar o protagonista de suas escolhas e caminhos.

O curso cobre uma ampla gama de tópicos vitais, desde minimizar os impactos das doenças do “estilo de vida” ou “da vida contemporânea”, até lidar melhor com o estresse na vida e no trabalho, e transformar seu cérebro em um aliado para uma vida com mais qualidade e bem-estar. Além disso, aborda aprimoramento do sono, gestão do tempo para ganhar vitalidade, e como se tornar o protagonista de suas escolhas e caminhos.

Ao longo do curso, você aprenderá a compreender o estresse, o conceito, a natureza e as tipologias, bem como os efeitos que o estresse tem produzido em nós e na nossa sociedade. Você explorará estudos da neurociência que explicam os efeitos da saúde e/ou sua ausência, do estresse, da falta de sono ou da incapacidade de gerir o tempo de maneira inteligente. Além disso, discutirá formas de aproveitar melhor o descanso e o tempo disponível e compreenderá o que são as Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs), como combatê-las e evitá-las.

É uma oportunidade valiosa para viver e prosperar na vida contemporânea, tomando as rédeas da saúde, do bem-estar e do tempo.

Doenças Ocupacionais e seus Sintomas

O curso “Doenças Ocupacionais e seus Sintomas” proporciona uma visão abrangente sobre saúde ocupacional, focando não apenas nas doenças físicas, como lesões por esforço repetitivo e doenças respiratórias, mas também em transtornos mentais e emocionais relacionados ao trabalho.

O conteúdo é estruturado em cinco módulos que cobrem desde a introdução às doenças ocupacionais e legislação, até a identificação de sintomas, medidas de prevenção e os avanços e desafios da saúde ocupacional no Brasil. É dada especial atenção aos transtornos mentais e emocionais relacionados ao trabalho, um tema de extrema relevância no cenário atual, no qual o estresse e a pressão no ambiente de trabalho são cada vez mais comuns.

Além de fornecer informações valiosas sobre o diagnóstico e a prevenção de doenças ocupacionais, o curso destaca a importância de um histórico ocupacional e discute as várias medidas preventivas que podem ser tomadas para garantir a saúde ocupacional e minimizar os riscos associados a doenças ocupacionais.

No final, os estudantes terão uma compreensão profunda dos desafios da saúde ocupacional no Brasil e da importância de manter a saúde e segurança no centro do futuro do trabalho. Este curso é uma ferramenta essencial para qualquer profissional que deseja promover um ambiente de trabalho saudável e produtivo.

Inteligência Emocional na Prática

A correria do dia a dia muitas vezes nos leva a viver de maneira estressante e no piloto automático, gerando um vazio interior que precisa ser preenchido por meio de relacionamentos, profissões e até mesmo vícios, embora sem sucesso. O curso “Inteligência Emocional na Prática“, ministrado por Dani Lee, tem como objetivo te ajudar a sair desse ciclo vicioso com o uso do autoconhecimento e da inteligência emocional.

Dani Lee é uma profissional dedicada a ajudar as pessoas a encontrarem a felicidade dentro delas mesmas e a viverem de maneira mais leve. Após alguns anos no mundo corporativo e um grande processo de autoconhecimento, Dani descobriu o propósito de desenvolver pessoas e hoje vive dessa missão.

O curso é composto por videoaulas, exercícios e meditação guiada, e tem como objetivo te ajudar a se conhecer mais, ser protagonista da sua vida, entender melhor as próprias emoções e as dos outros, enxergar o mundo de maneira mais leve, apesar dos desafios do dia a dia, e, finalmente, ser uma pessoa e um profissional melhor.

Este conteúdo é indicado para qualquer pessoa que deseje ser a melhor versão e viver uma vida mais consciente e completa. Por meio dos ensinamentos de Dani Lee, o estudante será capaz de potencializar o “eu” mais verdadeiro e viver de acordo com o propósito de vida.

Conclusão

Investir na saúde mental dos colaboradores é fundamental para promover a felicidade no ambiente de trabalho, o que, por sua vez, é crucial para a produtividade e o bem-estar de todas as pessoas. 

O Qualifica, com amplo portfólio de cursos (e crescendo a cada dia), incluindo temas relacionados à saúde mental, representa um recurso valioso para líderes e gestores comprometidos em criar um ambiente de trabalho mais saudável e positivo. Ao utilizar os recursos da Qualifica para investir na saúde mental de seus colaboradores, você está, na verdade, investindo no futuro e no sucesso de sua empresa.

Quer levar estes recursos para a sua empresa? Clique no banner abaixo e fale conosco. 

Ricardo Drummond


×