Felicidade no trabalho: por que precisamos falar sobre isso?

Felicidade e saúde mental no ambiente de trabalho

Felicidade no trabalho: por que precisamos falar sobre isso?

Todos nós queremos ser felizes, certo? Mas, e quando se trata do nosso trabalho? Você já parou para pensar no quanto a felicidade no mundo corporativo pode impactar em sua vida como um todo?

Já é sabido que passamos grande parte de nossas vidas no ambiente de trabalho. Se esse tempo não for agradável e satisfatório, pode afetar seriamente nossa saúde mental e física, além de refletir em nossas relações pessoais e qualidade de vida.

Por isso, é fundamental discutirmos sobre a importância da felicidade no trabalho e entendermos como ela pode ser alcançada. Neste artigo, vamos explorar as razões pelas quais precisamos falar sobre esse assunto e como podemos transformar o ambiente de trabalho em um lugar mais saudável para todos.

Então, se você quer descobrir como melhorar o seu ambiente de trabalho para todas as pessoas e, consequentemente, aumentar a sua qualidade de vida, continue lendo este conteúdo e descubra dicas práticas para colocar em prática hoje mesmo!

A importância da saúde mental no ambiente de trabalho

Em um mundo no qual a saúde mental é frequentemente negligenciada, é crucial lembrarmos que ela é um aspecto fundamental da nossa vida e que pode ser profundamente afetada pelo ambiente de trabalho. 

É por isso que devemos reconhecer a importância da saúde mental no ambiente profissional e trabalhar para criar um espaço que priorize o bem-estar de todos os colaboradores.

Quando nos preocupamos com a saúde mental das pessoas, estamos contribuindo para além do bem-estar pessoal de cada uma delas, como também para o desempenho e produtividade no trabalho, por consequência.

Ambientes estressantes e tóxicos podem levar a problemas de saúde mental, como ansiedade, depressão e burnout, resultando em um alto índice de faltas, atrasos e demissões.

Para reduzir esses cenários e minimizar os problemas, você, como gestor, pode:

  • investir em programas de saúde mental;
  • promover a liderança consciente;
  • oferecer flexibilidade no trabalho;
  • proporcionar a comunicação assertiva e o diálogo aberto;
  • preservar o respeito pela saúde mental dos funcionários.

Estas são apenas algumas das medidas que podem ser implementadas para garantir um ambiente de trabalho saudável e feliz.

Ao reconhecer a importância da saúde mental no ambiente de trabalho, estamos criando um espaço no qual os colaboradores se sintam valorizados, respeitados e apoiados. O resultado é uma equipe mais engajada, motivada e produtiva, e um ambiente de trabalho mais saudável e positivo para todos.

Para ajudar os gestores a promoverem um melhor ambiente de trabalho, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) publicaram novas diretrizes globais sobre saúde mental no trabalho. As recomendações destacam a importância de criar ambientes de trabalho saudáveis e seguros que promovam a saúde mental dos trabalhadores.

Os impactos da saúde mental no desempenho profissional

A saúde mental é um aspecto crucial para o nosso bem-estar geral e isso inclui o desempenho profissional. Quando não estamos bem emocionalmente, a nossa capacidade de realizar tarefas de maneira eficaz é diretamente afetada..

Os impactos negativos da falta de saúde mental no desempenho profissional podem se manifestar de diferentes maneiras, como:

  • dificuldade de concentração;
  • baixa motivação;
  • problemas de memória;
  • falta de criatividade;
  • atraso nas entregas, dentre outros. 

Além disso, a falta de bem-estar emocional também pode levar a faltas frequentes, atrasos e baixa produtividade.

Por outro lado, quando cuidamos da nossa saúde mental, podemos ter um impacto positivo significativo no desempenho profissional. Um estado emocional saudável pode aumentar nossa energia, criatividade e produtividade. 

Quando estamos bem, emocionalmente, também somos mais propensos a tomar decisões assertivas e a resolver problemas de maneira eficaz.

É importante lembrar que a saúde mental não é uma questão individual e que o ambiente de trabalho pode ter um papel significativo no bem-estar emocional dos colaboradores.

Empresas que oferecem programas de saúde mental podem criar um ambiente mais saudável para seus colaboradores, diminuindo a rotatividade e aumentando a produtividade.

Em resumo, os impactos da saúde mental no desempenho profissional são significativos e devem ser levados a sério tanto pelos colaboradores quanto pelos gestores das empresas. 

Quando cuidamos da nossa saúde mental, estamos investindo em nosso próprio bem-estar e também no sucesso do nosso trabalho.

Fatores que afetam a saúde mental no ambiente de trabalho

Veja, a seguir, alguns dos fatores que podem afetar a saúde mental no ambiente de trabalho:

  • carga de trabalho excessiva e pressão para atender a prazos apertados e metas inalcançáveis;
  • conflitos com colegas de trabalho ou superiores;
  • falta de comunicação clara ou feedback inadequado;
  • falta de suporte emocional e ausência de programas de saúde mental;
  • falta de autonomia ou controle sobre o próprio trabalho;
  • ambiente de trabalho hostil ou tóxico;
  • discriminação;
  • assédio no ambiente de trabalho;
  • falta de equilíbrio entre trabalho e vida pessoal;
  • insegurança no emprego e preocupações financeiras;
  • exposição a situações traumáticas ou violentas no ambiente de trabalho.

É importante lembrar que os fatores que afetam a saúde mental no ambiente de trabalho podem variar dependendo da empresa e do setor de atuação. 

Além disso, os efeitos desses elementos podem ser diferentes para cada indivíduo, dependendo das circunstâncias pessoais e das necessidades emocionais.

Para solucionar estes problemas, um artigo da National Geographic Brasil sugere levar o tópico da saúde mental para os superiores. Mesmo que o trabalhador saiba o próprio limite, é importante que a empresa tenha ciência das questões e busque resolvê-las o quanto antes.

Sinais de alerta para problemas de saúde mental no trabalho

É importante estar ciente dos sinais de alerta para problemas de saúde mental no ambiente de trabalho. 

Reconhecer esses sinais pode ajudar a identificar um problema de saúde mental em um estágio inicial e permitir que sejam tomadas medidas para ajudar o colaborador a obter o suporte necessário.

Aqui estão alguns sinais de alerta comuns para problemas de saúde mental no trabalho:

  • mudanças no comportamento ou na personalidade, como irritabilidade, isolamento ou retração social;
  • faltas frequentes, atrasos ou baixa produtividade;
  • dificuldade em se concentrar ou tomar decisões;
  • aumento do consumo de álcool ou drogas;
  • dificuldade em lidar com a pressão ou com a carga de trabalho;
  • queixas frequentes de dores de cabeça, fadiga, dores no corpo ou problemas de sono;
  • comportamento impulsivo ou arriscado;
  • falta de interesse ou motivação no trabalho;
  • sentimentos de tristeza, ansiedade ou desesperança.

É importante lembrar que esses sinais de alerta não são diagnósticos e que nem todos os colaboradores que exibem esses comportamentos têm problemas de saúde mental. 

No entanto, se você notar esses comportamentos em um trabalhador, de forma recorrente, é importante abordar a situação com cuidado e oferecer suporte emocional e recursos de saúde mental adequados.

Vamos falar sobre o burnout?

O burnout é um problema de saúde mental cada vez mais comum no ambiente de trabalho e precisa ser discutido abertamente.

O termo se refere a um estado de exaustão emocional, despersonalização e baixo desempenho no trabalho, que pode ser causado por estresse prolongado e esgotamento.

Os sinais de burnout incluem:

  •  cansaço constante;
  • desmotivação;
  • sentimentos de desesperança;
  • falta de energia;
  • baixa autoestima. 

Esses sintomas podem levar a um ciclo vicioso no qual a pessoa se sente sobrecarregada e não consegue lidar com as demandas do trabalho, o que pode levar a mais estresse e agravar o problema.

É importante lembrar que o burnout não é um sinal de fraqueza ou falta de comprometimento com o trabalho. Pelo contrário, é um problema de saúde mental real que pode afetar pessoas em qualquer setor ou cargo.

Para evitar o burnout, é importante estabelecer limites saudáveis no trabalho, como fazer pausas regulares, definir horários de trabalho claros e estabelecer prioridades realistas.

Também, é importante falar com um profissional de saúde mental se você estiver sofrendo de burnout ou estiver preocupado com sua saúde mental no trabalho.

Neste podcast, a Psicanalista e Fundadora da ONG IPEFEM (Ipefem – Instituto de Pesquisas & Estudos do Feminino), Ana Tomazelli – que venceu o burnout, fala sobre alguns cuidados para deixar a rotina mais leve para o corpo e sua mente, bem como sobre entender os sinais que o corpo dá antes de chegar à extrema exaustão.

Veja o vídeo abaixo e aprofunde os seus conhecimentos sobre o tema. 

Como promover um ambiente de trabalho excelente para a saúde mental dos colaboradores

Promover um ambiente de trabalho saudável e positivo é fundamental para a saúde mental e o bem-estar dos colaboradores. Quando as pessoas se sentem valorizadas, apoiadas e respeitadas no trabalho, elas tendem a ser mais produtivas, motivadas e engajadas.

Abaixo, listamos cinco dicas com maneiras de promover um ambiente de trabalho excelente para a saúde mental dos colaboradores.

1. Crie uma cultura de abertura e respeito

Encoraje os colaboradores a falar abertamente sobre a própria saúde mental e os desafios que enfrentam, criando um ambiente de respeito e empatia para que eles se sintam à vontade para compartilhar.

2. Promova o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal

Permita que os colaboradores tenham horários flexíveis ou trabalho híbrido ou remoto, se possível, para que possam equilibrar as responsabilidades pessoais e profissionais.

3. Forneça recursos de saúde mental

Disponibilize recursos de saúde mental, como cursos, terapeutas ou conselheiros, para os colaboradores que precisem ou queiram apoio psicológico e emocional.

4. Ofereça treinamentos de gestão de estresse

Ofereça treinamentos de gestão de estresse para os colaboradores, para ajudá-los a lidar com as demandas do trabalho e a manter a saúde mental.

5. Reconheça e celebre o trabalho bem feito

Agradeça e reconheça o trabalho dos colaboradores e celebre os sucessos da equipe, para que eles se sintam valorizados e motivados.

Empresa de sucesso com trabalhadores felizes no escritório

Empresa de sucesso com trabalhadores felizes no escritório

A importância do apoio aos colaboradores que não estão felizes no ambiente de trabalho

É importante reconhecer que nem todos os colaboradores estão felizes ou satisfeitos no ambiente de trabalho, ao mesmo tempo e o tempo todo. Como dito anteriormente, problemas pessoais, conflitos no trabalho, sobrecarga de tarefas e outros fatores podem afetar a felicidade e o bem-estar das pessoas.

Como empregador, é fundamental fornecer apoio e suporte para os colaboradores que não estão felizes no ambiente de trabalho. Veja abaixo algumas maneiras de fazer isso.

Ouça seus colaboradores

Esteja disponível para ouvir seus colaboradores e oferecer um espaço seguro para que eles possam falar sobre as preocupações, desafios e dificuldades no trabalho.

Ofereça recursos de apoio

Disponibilize recursos, como serviços de aconselhamento, treinamentos de gestão de estresse ou outros recursos de saúde mental, para ajudar os colaboradores que precisam de apoio adicional.

Seja empático

Demonstre empatia e compreensão pelos desafios e dificuldades enfrentados pelos colaboradores e trabalhe em conjunto para encontrar soluções que possam melhorar sua situação.

Ofereça flexibilidade

Considere oferecer horários flexíveis, trabalho remoto ou outras opções para permitir que os colaboradores se sintam mais equilibrados e felizes no trabalho.

Trate todos com respeito

Certifique-se de tratar todos os colaboradores com respeito e dignidade, independentemente da posição que ocupam ou do desempenho na última avaliação. Sobretudo, ofereça feedback construtivo para ajudá-los a melhorar e crescer.

Ao oferecer apoio e suporte aos colaboradores que não estão felizes no ambiente de trabalho, as empresas podem melhorar a satisfação das pessoas, reduzir a rotatividade e criar uma cultura de trabalho mais positiva e solidária. 

Além disso, ao cuidar do bem-estar dos colaboradores, as empresas também estão investindo em saúde mental e na capacidade de desempenhar bem no trabalho a longo prazo.

Promovendo a saúde mental como parte integral da cultura organizacional

Promover a saúde mental como parte integral da cultura organizacional é essencial para garantir um ambiente de trabalho saudável e produtivo. 

Isso significa que a saúde mental deve ser priorizada em todas as decisões e políticas da empresa, desde a contratação até a gestão diária.

Aqui estão algumas maneiras de promover a saúde mental como parte integral da cultura organizacional.

Estabeleça uma política de tolerância zero para o assédio e o bullying

Todas as formas de assédio e o bullying no ambiente de trabalho podem ter um impacto negativo significativo na saúde mental dos colaboradores. Estabelecer uma política clara de tolerância zero para esse comportamento é essencial para criar um ambiente de trabalho saudável.

Ofereça programas de bem-estar e saúde mental

Oferecer programas de bem-estar e saúde mental pode ajudar a reduzir o estresse, a ansiedade e a depressão no ambiente de trabalho. Exemplos de programas incluem yoga, meditação, sessões de terapia em grupo, dentre outros.

Fomente um ambiente de trabalho inclusivo

Um ambiente de trabalho inclusivo é aquele que respeita as diferenças e promove a diversidade. Isso pode ajudar a reduzir o estigma em torno da saúde mental e criar um ambiente de trabalho mais acolhedor para todos.

Forneça treinamentos de saúde mental para a liderança

A liderança da empresa deve estar bem informada sobre questões de saúde mental e ser capaz de reconhecer e lidar com problemas no ambiente de trabalho. Oferecer treinamentos para líderes pode ajudá-los a promover a saúde mental no ambiente de trabalho.

Ao promover a saúde mental como parte integral da cultura organizacional, as empresas podem criar um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo, reduzir o absenteísmo e a rotatividade, além de aumentar a satisfação dos colaboradores e melhorar o desempenho geral da empresa.

Case de sucesso: o programa de saúde mental da Qualifica Educação Móvel

A Qualifica Educação Móvel se preocupa com a saúde mental dos colaboradores e oferece um Programa de Saúde Mental exclusivo..

O programa reembolsa 60% das consultas dos colaboradores, com o limite de R$200 por mês. É uma forma de incentivar o cuidado com a saúde mental e proporcionar o acesso a terapias e tratamentos alternativos.

Além disso, todas as quintas-feiras, os colaboradores têm um encontro com o professor PHD, Rafael Ávila, em uma jornada de yoga e bem-estar. É um momento de integração com o eu interior, com muito relaxamento e reflexões sobre a vida e as melhores práticas de gestão das emoções. Essa atividade é parte do Jornada Saúde e Bem-Estar da Qualifica, que busca promover a qualidade de vida dos colaboradores.

E, se a pessoa precisar de apoio psicológico, pós-trauma, jurídico ou financeiro, a Qualifica também oferece o Auster, um programa da Alelo que disponibiliza esses serviços de forma gratuita para os colaboradores e dependentes. O atendimento é 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Todos esses benefícios são parte da cultura organizacional da Qualifica, que valoriza a saúde mental dos colaboradores como uma parte integral do sucesso da empresa. É uma forma de demonstrar que os colaboradores são valorizados e incentivá-los a cuidar da saúde mental. 

A Qualifica acredita que colaboradores felizes e saudáveis são colaboradores mais produtivos e engajados.

Conclusão

Promover a saúde mental no ambiente de trabalho é possível e vale o esforço. Os resultados, como visto aqui, vão da melhora do clima organizacional à probabilidade de atingir os resultados e metas da empresa, perpassando pela integração da equipe e engajamento.

Você, profissional de Recursos Humanos, pode ser um agente transformador na sua empresa, oferecendo práticas em prol da saúde mental, que visem a promoção da felicidade no ambiente de trabalho.

rafaela
rafaela.brandao@mlearn.com.br


×