PDI: Como elaborar um Plano de Desenvolvimento Individual de sucesso?

PDI: Como elaborar um Plano de Desenvolvimento Individual de sucesso?

Como líder ou gestor de RH, você desempenha um papel fundamental no desenvolvimento dos colaboradores da sua organização. Neste artigo, daremos um guia passo a passo que ensinará a criar um Plano de Desenvolvimento Individual eficaz para impulsionar o crescimento e o desempenho de sua equipe, impactando direta e positivamente na cultura e nos resultados da sua empresa.

Mas, antes de entrar no passo a passo, vamos lembrar alguns conceitos fundamentais para a boa compreensão do tema.

Vamos lá?

O que é um PDI?

O Plano de Desenvolvimento Individual, muito conhecido como PDI, é uma ferramenta estratégica que desempenha um papel fundamental no crescimento e sucesso profissional de um indivíduo dentro de uma organização. Ele permite que os colaboradores alinhem a jornada que irão construir na empresa com os objetivos e sonhos pessoais, fornecendo um roteiro claro e direcionado para o desenvolvimento de habilidades, atitudes e competências.

Ao criar um PDI, constrói-se uma jornada de aprendizagem que irá suprir lacunas de habilidades e competências, o que permite definir ações específicas, alinhadas aos objetivos da empresa. É um processo que compreende a autoavaliação e a definição de metas que proporcionam um senso de propósito e direção, tornando a pessoa mais engajada e motivada no trabalho.

Um PDI bem elaborado pode ter um impacto significativo no cumprimento das metas estabelecidas, impulsionando o desempenho individual e contribuindo para o sucesso da equipe e da organização como um todo. Ele auxilia na identificação das oportunidades de aprendizado e crescimento, seja por meio de treinamentos, mentorias, participação em projetos desafiadores ou outras iniciativas de desenvolvimento.

Além disso, práticas de treinamento, desenvolvimento, avaliações de desempenho e feedbacks constantes desempenham um papel importante na retenção de talentos. Ao oferecer um plano personalizado de desenvolvimento, a empresa demonstra o compromisso com o crescimento e a valorização dos colaboradores. Isso cria um ambiente de trabalho mais motivador, no qual os profissionais se sentem incentivados a alcançar o pleno potencial e a permanecer na organização a longo prazo, reduzindo, assim, o turnover.

Quais são os benefícios do PDI para a sua empresa?

Agora que você já sabe o que é o PDI, é hora de descobrir quais são os benefícios de implementá-lo na sua empresa.

Redução de turnover

Ao implementar o PDI, a empresa demonstra que se preocupa com o crescimento e desenvolvimento dos colaboradores – o que aumenta a satisfação e o engajamento dos profissionais, podendo levar a uma significativa redução do turnover.

É importante lembrar que o turnover tem sérios impactos nas organizações, a saber:

  • perda de talentos para empresas concorrentes;
  • custos com o pagamento de direitos rescisórios e novos processos seletivos; 
  • enfraquecimento da cultura organizacional; 
  • aumento do estresse e da sobrecarga de trabalho para os colaboradores que permanecem na empresa;
  • perda de conhecimento com colaboradores detentores de processos internos;
  • queda na qualidade dos serviços e produtos ofertados pela empresa.

Uma pesquisa publicada na Revista de Administração em janeiro de 2022 mostrou que mais de 87% dos colaboradores afirmam que o plano de carreira é um fator que faz com que eles permaneçam na empresa onde trabalham. 

Desenvolvimento de competências, habilidades e atitudes

O PDI permite identificar as competências que os colaboradores precisam desenvolver para alcançar metas e objetivos. Com base nessas informações, a empresa pode oferecer treinamentos e programas de desenvolvimento focados, ajudando as pessoas a aprimorarem habilidades, atitudes e conhecimentos.

Melhoria no desempenho

Ao terem destacados os pontos fortes e áreas de melhoria identificadas, os colaboradores podem trabalhar de forma mais eficiente para melhorar o desempenho. Assim, é possível ter maior produtividade e qualidade no trabalho.

Planejamento de carreira

O PDI também serve, ainda, como um guia para o planejamento de carreira dos colaboradores. Ao definir metas claras e caminhos para alcançá-las, os profissionais podem visualizar a progressão na empresa e trabalhar de forma direcionada para alcançar estes objetivos.

Alinhamento estratégico

Por fim, o PDI pode ajudar a alinhar as metas individuais dos colaboradores com os objetivos estratégicos da empresa. Isso garante que todos estejam trabalhando na mesma direção, o que pode levar a um maior sucesso organizacional.

Agora que você sabe o que é PDI e os benefícios do PDI para a sua empresa, saiba como implementar esta estratégia por aí.

Aprenda o passo a passo para elaborar um PDI de sucesso

Elaborar um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) eficaz é uma tarefa que requer planejamento e estratégia. Veja abaixo o passo a passo para ajudar os gestores de RH a desenvolverem um PDI de sucesso. 

1. Diagnóstico

Identifique as habilidades e competências individuais e as compare com a descrição do cargo. Quais as habilidades necessárias para ocupar o cargo em questão? As habilidades do colaborador estão adequadas às necessidades do cargo?

Uma análise da formação e das experiências prévias pode também te dar uma boa noção das competências individuais. Nesta etapa, também podemos incluir o uso de ferramentas de assessment, de forma a termos uma visão mais aprofundada sobre o momento de cada colaborador. 

Além da análise de currículo e relatório de ferramentas de assessment, também sugiro incluir nessa etapa uma conversa individual para conhecer com mais profundidade os planos futuros da pessoa colaboradora. Lembre-se sempre: trata-se de um plano de desenvolvimento individual. As ações devem levar em consideração as necessidades da empresa e das pessoas. 

2. Analise as avaliações de desempenho passadas

Conhecendo o histórico da pessoa, o líder direto e o RH poderão fazer uma análise mais detalhada das possibilidades e responsabilidades que poderão ser atribuídas à pessoa colaboradora. Como a pessoa performou no passado? Quais desafios foram atribuídos à ela? 

Ao analisar os PDIs e avaliações de desempenho passados, você vai ter um histórico para entender onde se encontra hoje a pessoa de maneira mais contextualizada e essa análise vai te ajudar a montar o PDI de maneira muito mais eficiente. 

Caso a pessoa seja nova na empresa, busque compreender em profundidade as experiências pregressas e os resultados alcançados no passado em outras experiências.

3. Analise o planejamento estratégico

Com um diagnóstico bem elaborado, incluindo a análise do perfil e as avaliações de desempenho passadas, temos que analisar os objetivos estratégicos da empresa. O que a empresa espera alcançar durante o período do PDI? Quais os objetivos de curto, médio e longo prazo? Quais os desafios a serem enfrentados? Quais as habilidades necessárias para vencer esses desafios? 

Lembrando aqui que o PDI surtirá mais efeito em médio e longo prazo. Por isso, a importância de começar a fazer agora. Assim, quando elaborar os próximos PDIs, já estará colhendo os resultados dos PDIs elaborados no passado. 

Neste momento, torna-se extremamente importante que sejam alinhadas às expectativas que se tem de cada um para o alcance dos objetivos estratégicos e as habilidades necessárias para alcançar estes resultados.

4. Elabore o PDI

Não existe jeito certo ou errado de fazer um PDI. Entretanto, estamos disponibilizando um template de PDI que utilizamos para ajudar as lideranças a desenvolver os liderados de maneira mais rápida e efetiva. 

Uma vez que você conhece a pessoa, o histórico de desempenho dela, a formação e as experiências passadas, assim como os objetivos estratégicos da empresa, vai ficar muito mais fácil elaborar o PDI. 

O PDI poderá incluir a participação em treinamentos, cursos on-line ou presenciais, seminários, participação em sessões de coaching ou mentorias, além das tradicionais formas de consumo de conteúdos, como por exemplo, livros, vídeos e podcasts. 

Ao elaborar o PDI, devemos sempre ter em mente que ele deve ter data de início e de fim, com a finalidade de permitir melhor monitoramento da evolução. Na Qualifica nós realizamos PDIs com prazo de duração de 6 meses, prevendo um tempo investido em autodesenvolvimento de 60 horas por semestre.

5. É hora de implementar o PDI

Com o PDI em mãos, o próximo passo é implementá-lo. É importante garantir que o colaborador esteja envolvido e comprometido com o plano e que entenda as expectativas em relação ao próprio desempenho e progresso.

6. Monitore e faça ajustes

A última etapa é monitorar o progresso do colaborador e fazer ajustes no PDI conforme necessário. O ideal para não precisar fazer muitos ajustes nos PDIs é você realizar os Planos com períodos curtos. 

Na Qualifica, nós fazemos PDIs semestrais, sempre após as avaliações de desempenho. Ao final desse artigo, disponibilizarei a planilha que usamos para fazer os PDIs de nossos colaboradores. 

Mas antes de disponibilizar o modelo, quero te dar algumas dicas finais:

1 – Coloque tempo para o seu time fazer os cursos dentro da jornada de trabalho. Aqui na Qualifica nós damos 3 horas por semana para os colaboradores estudarem, dentro de suas jornadas de trabalho. Recomendo sempre que o colaborador estude no começo do dia. Mas isso vai de pessoa para pessoa e de cada dinâmica de trabalho. Se aprender é importante, invista junto com o time.

2 – Forneça meios que seu time tenha acesso aos cursos. Existem dezenas de portais de cursos por assinatura que possuem quase tudo que seu time precisa para se desenvolver, com preços extremamente acessíveis e eficazes. 

3 – Comunique, comunique, comunique! Que se desenvolver é importante, todos sabem. Entretanto, vale lembrar que o óbvio precisa ser dito e reforçado. Com as demandas do dia a dia, as pessoas tendem a procrastinar ou subdimensionar a importância de cumprir os PDIs. Por isso, um processo de comunicação continuada é extremamente importante para o sucesso do ciclo.

4 – Celebre sempre o cumprimento dos PDIs. Estimule os colaboradores a divulgarem os certificados nas redes sociais e, se possível, crie uma premiação para os profissionais mais engajados. 

5 – Inclua as lideranças na elaboração dos PDIs. Sem o engajamento da liderança, tudo se torna mais difícil. Desde os lembretes sobre a importância do cumprimento do PDI, até o acompanhamento e valorização de sua execução, um PDI que não conta com o apoio da liderança tem muito menos chances de dar certo. Além disso, caso a liderança não seja exemplo para os liderados, dificilmente os liderados darão importância para o cumprimento das metas estipuladas.

Alavancando a sua empresa para o sucesso com o Qualifica Cursos

Em poucas palavras, a adoção de um Plano de Desenvolvimento Individual (PDI) em sua empresa é como ter um mapa que orienta o crescimento dos seus colaboradores e, por consequência, o sucesso da organização. Este mapa, se bem construído, faz você reter talentos, melhorar o desempenho da equipe e assegurar que todos estão caminhando na mesma direção, rumo aos objetivos da organização.

Pode parecer um pouco complexo, mas não se preocupe! A Qualifica está aqui para tornar essa jornada mais simples. Somos uma plataforma que oferece mais de 180 cursos on-line, todos com certificado, que podem ser fundamentais para aprimorar as habilidades dos seus colaboradores e cumprir as metas estabelecidas no PDI.

Além dos cursos são oferecidas carreiras completas que foram os profissionais para as demandas atuais do mercado de trabalho.

Então, que tal trilhar o caminho do desenvolvimento com a gente? Com o Qualifica, o PDI da sua empresa será um sucesso, impulsionando o crescimento dos seus colaboradores e levando sua organização para novos patamares.

Ricardo Drummond


×